O EWG Possui Informações Seguras dos Ingredientes Naturais?

Se você trabalha com cosméticos já deve ter ouvido falar do EWG (Environmental Working Group) e do seu banco de dados Deep Skin.

Ele é responsável por fornecer informações de ingredientes para o uso de cosméticos seguros.

Essa organização existe desde 1992, é um grupo multimilionário para a indústria orgânica e ambiental.

Eles possuem uma boa intenção em fornecer esses dados, certo? Parece que nem tanto!

Cerca de 79% dos membros da Sociedade de Toxicologia diz que o EWG engana/exagera sobre a segurança nos cosméticos…

Além disso, parece que o banco de dados deles nunca são atualizados quando novas pesquisas científicas são descobertas.


O EWG e seus Dados

E parece que o problema já começa com algumas informações enganosas e erradas nos dados dos ingredientes…

Um exemplo disso é a vaselina, se você fizer uma pesquisa sobre vaselina, verá uma discordância nos resultados.

Os compostos químicos da vaselina são os mesmos do petrolato, porém ali na pesquisa o petrolato é considerado um risco moderado grau 4, enquanto que a vaselina é grau 1…

Como pode ver, são dados inconstantes e esse é só um dos exemplos que vimos nessa pesquisa de ingredientes.

Para uma busca melhor em outro banco de dados, recomendados você fazer através deste site.

Você também já deve ter ficado um pouco confuso na hora de pesquisar sobre um ingrediente natural e se deparar com alguns riscos que podem ser vistos desse ingrediente…

E como já comentamos em outro post AQUI, falamos um pouco da diferença entre um produto natural do sintético.

Vamos entender isso melhor…

Diferenças Entre Natural, Sintético e Químico

Antes de tudo, sempre leve essa frase de Paracelso em consideração: “o que faz o veneno é a dose”.

O termo natural é um tanto abrangente e devemos ser claros com suas 5 divisões de classes:

Puro – Não contém ingredientes sintéticos ou químicos, é totalmente natural.

Pouco Processado – São ingredientes prensados à frio ou filtração (processos naturais), são ingredientes mais íntegros.

Refinado – São ingredientes fracionados, processados, seja por substâncias químicas ou calor. A sua origem é considerada natural, porém esses fatores podem ser classificados por algumas pessoas como não natural.

Químico – Ingredientes naturais que passam por um processo químico mudando sua estrutura final.

Sintético – Ingredientes naturais dos quais podem ser produzidos em laboratórios como sintéticos. E ingredientes não naturais que são produzidos e incluídos nos cosméticos convencionais podendo causar acumulação no organismo e meio ambiente.


Nas formulações de cremes/loções, ou seja, formulações com parte aquosa, vamos precisar usar um produto natural sintético que geralmente se encontra nos conservantes naturais.

São ingredientes naturais feitos em laboratórios.

Eles são permitidos por órgãos de certificação orgânica e são seguros para o uso.

Já com as formulações anidras, conseguimos usar ingredientes naturais mais brutos sem a adição dos ingredientes feitos em laboratório.

Os produtos de matéria-prima orgânica, são definidos pelas certificadoras como produtos produzidos sem agrotóxicos, sem fertilizantes ou produtos químicos em geral.

Existem três formas para criar sua formulação orgânica:

Com Ingredientes Orgânicos Certificados: O seu cosmético entrega todos os benefícios dos ingredientes orgânicos que os clientes reconhecem, porém o custo para se obter o selo é alto assim como os ingredientes, além de ter que seguir os padrões da certificação nas formulações.

Com Ingredientes Orgânicos sem Certificados: Os clientes vão se beneficiar dos ingredientes orgânicos e você pode incluir que é orgânico, porém não terá o selo.

Com Alguns Ingredientes Orgânicos: Você pode misturar vários ingredientes naturais e orgânicos, porém não pode usar o selo.

Fontes:

- https://chemistscorner.com/3-reasons-the-ewg-is-dubious-resource/ 
-  https://chemistscorner.com/why-the-ewg-skin-deep-database-is-still-a-dubious-source/ 
-  https://www.racked.com/2016/5/5/11591300/natural-skincare-clean-beauty-toxins 
-  https://personalcaretruth.com/
-  http://www.yummymummyclub.ca/blogs/dan-thompson-beauty-busted/20130125/environmental-working-group-busted 
-  https://www.ewg.org/ 
-  https://www.cosmeticsinfo.org/ 

Conclusão

Os ingredientes naturais, quando são usados de forma errada, podem ser tão potentes e causar o efeito contrário tanto quanto um ingrediente químico/sintético.

Por isso é muito importante e a gente sempre enfatiza sobre a dosagem de cada ingrediente nas formulações.

Um exemplo claro disso é o uso de óleos essenciais, são ingredientes naturais do qual o uso exagerado pode causar consequências, principalmente se você tentar ingerir ou aplicar diretamente na pele. NÃO FAÇA ISSO!

Acho que este post foi um tanto esclarecer com relação as pesquisas dos ingredientes e suas classificações.

Te ajudou de alguma forma? Comenta aqui pra gente saber!

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *