8 Coisas Sobre Produtos Capilares Naturais

Produtos capilares naturais encontramos vários pela internet, porém não são todos que de fato funcionam… E existe um motivo para isso!

Além da questão do pH que sempre enfatizamos, também tem a questão do tipo capilar, a carga, o tipo de fórmula e, claro, os tipos de ingredientes a serem utilizados em cada fórmula.

São fatores essenciais para que sua fórmula dê certo no uso diário desse shampoo natural.


8 Coisas Sobre Produtos Capilares Naturais

Diferente de nossa pele, os nossos fios capilares são mortos e portanto não conseguem se regenerar, ou seja, usamos algum meio através de produtos capilares para tratar esses fios danificados.

Com base nesse fato, separamos 8 fatores sobre os produtos capilares para você saber antes de formular sua receita.

  1. Nem todos os produtos capilares são para todos os tipos de cabelos: O entendimento sobre os surfactantes, emulsificantes e demais ingredientes, são fundamentais para a criação funcional desses produtos capilares, assim como conhecer seu próprio tipo de cabelo. Com base nessas informações você consegue ajustar qualquer receita conforme o que você deseja. Os produtos convencionais são muito padronizados e não funcionam para todas as pessoas, algumas precisam de uma lavagem mais forte, outras produtos mais suaves e por aí vai…
  2. Cabelos oleosos: Antes de criar qualquer produto capilar é interessante entender por que alguns tipos de cabelos são mistos ou por que eles ficam oleosos em locais específicos e seco em outros? Algumas pessoas podem ter a raiz oleosa, mas as pontas secas. Esse entendimento faz você saber qual tipo de produto é melhor de se usar ou quais ingredientes são melhores neste caso.
  3. Receitas online: É sempre bom ter um cuidado a mais quando falamos em receitas DIY que achamos pela internet. Eu sei que a intenção dessas receitas são as melhores, porém a maioria delas não estão seguras para o uso e não são funcionais… Sempre procure informações sobre cada ingrediente que for utilizar nas suas fórmulas e tome o conhecimento do que precisa ser feito para ser funcional.
  4. Cabelo é um tecido morto: Como falamos anteriormente, nosso fios são tecidos mortos. Os fios que vemos acima do couro cabeludo são tecidos mortos, já a pele é um tecido vivo do qual consegue se regenerar. Ou seja, nossos fio não possuem poder de regeneração quando estão danificados, eles irão permanecer danificados. Por isso você deve entender sobre a função de cada ingrediente a ser usado nos tratamentos capilares para que consigam hidratar e suprir a necessidade dos fios, além de entender a estrutura e função dos cabelos.
  5. O couro cabeludo está vivo: As raízes dos fios e o couro cabeludo são células vivas e possuem necessidades de tratamentos específicos diferentes da pele. Saber quais ingredientes ativos são melhores para incorporar, isso pode mudar completamente de fórmula para fórmula.
  6. Entenda os surfactantes: Eles são os ingredientes-chave para as fórmulas de shampoo e condicionador. É necessário você compreender as funções e características para o funcionamento no produto, isso é a base da fórmula. Eles possuem classes diferentes e alguns não são compatíveis com outros ingredientes, por isso a importância sobre o estudo deles nas suas formulações é fundamental para que fique seguro e estável seu uso.
  7. Cabelos danificados: A maioria dos cabelos estão com algum dano, seja dano químico, mecânico ou ambiental. Conforme você entende cada um desses tipos de danos, você sabe que tipos de cuidados eles precisam.
  8. Estudar os espessantes: Os espessantes vão ajudar a deixar essa fórmula mais viscosa, ou seja, é mais fácil o manuseio do produto. Estudar os tipos de gomas e quais são compatíveis com os ingredientes te ajuda a formular um produto ideal evitando erros e problemas, como a divisão de fases.


Conclusão

Fazer produtos capilares em casa é totalmente possível, não é necessário um laboratório específico para formular. Você apenas precisa de conhecimento e saber como fazer e aplicar.

Assim como nos produtos de cuidados com a pele, os produtos capilares também tem um sequência de aprendizados.

Conforme seus estudos e práticas você consegue entender as técnicas e teorias para criar produtos incríveis.

Criar lip balm ou bálsamos são mais fáceis e não precisa de muito entendimento para tal, mas com os produtos capilares é um pouco diferente…

Primeiro entenda e aprenda o básico para depois ir aos capilares, essa trajetória é mais eficaz.

Gostou das dicas? Comenta aqui!

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *