Os Tipos de Cabelos para Shampoos Naturais

A personalização está em alta e podemos incluir ela em tudo, cremes faciais, corporais, toners, manteigas, inclusive formular um shampoo para determinados tipos de cabelos!

Levando o fato de que cada pessoa é única, nada mais justo do que formular um produto personalizado para qualquer tipo de pessoa.

A necessidade individual específica para cada tipo de cabelo é o que faz nossos estudantes da Cosmetologia Natural Oriental criar os produtos capilares conforme a textura e tipo de cabelo.

Diferente de nossa pele, os cabelos são tecidos mortos e por isso não conseguem se regenerar. Isso faz com que tenhamos mais atenção e cuidados extra nesses fios.

Por exemplo, alguns ingredientes, como as manteigas, são mais aconselháveis em um certo tipo de cabelo, já os umectantes em outros… Tudo vai depender das características de cada tipo de cabelo.


Os Tipos de Cabelos

Os cabelos podem ser divididos em diferentes tipos:

  • Pode variar com a oleosidade ou secura, o mais comum e que é mais visto nos supermercados produtos para: cabelos oleosos ou secos.
  • Também pode ser classificado de acordo com a etnia: africanos, asiáticos e caucasianos, sendo os mais comuns pela literatura científica.
  • E também podemos encontrar de acordo com a natureza: encaracolado, crespo, ondulado e reto. Eles também são citados nos rótulos dos produtos convencionais.

Os cabelos com textura afro tendem a ser crespo e encaracolado. Possui a seção transversal oval e plana.

Já os cabelos caucasianos tendem a ser lisos, ondulados e encaracolados. Possui uma seção transversal de redonda a oval.

E os cabelos asiáticos são lisos com uma seção transversal redonda.

Obs.: Essas classificações são referentes a anatomia do folículo piloso.


Cabelos Asiáticos:

Encontramos 3 subtipos: os grossos e pesados, lisos e retos, crespos e finos. Possui a camada de cutícula mais espessa o que dificulta a penetração de componentes na haste capilar, ou seja, tintas e tratamentos químicos são difíceis de penetrar.

Então a maioria dos cabelos asiáticos possuem em camada de cutícula mais espessa e são inclinadas em um ângulo mais acentuado. As cutículas são como placas sobrepostas nos fios, formando assim a barreira que sela a umidade.


Cabelos Caucasianos:

Podem ser grossos, finos ou médio. Também pode variar de retos a ondulados, é bem ampla a variedade de necessidades e tipos, mas você pode restringir a um problema em específico dentro da necessidade do cabelo.


Cabelos Africanos:

São cabelos com a seção transversal plana, ou seja, são mais fáceis para quebrar. Os óleos do couro cabeludo não conseguem deslizar pelo eixo do cabelo devido a curvatura do fio. Isso, muitas vezes, deixa o couro cabeludo mais oleoso e o restante dos fios mais secos.

Geralmente são usados tratamentos com óleos (pré-lavagem) e alguns produtos que contém outros ingredientes catiônicos e emolientes. Também é usado uma técnica co-wash, é uma lavagem da qual é usada somente condicionador na rotina diária.


Conclusão

Conforme as suas práticas nesse universo da cosmetologia natural oriental, você consegue formular adaptando e ajustando para diferentes tipos.

Nos cabelos lisos por exemplo, o sebo natural desliza mais facilmente para as pontas, então não precisam de ingredientes mais pesados, como as manteigas, os catiônicos e os óleos.

Os cabelos mais espessos são mais fortes e resistentes, ou seja, não danifica facilmente e também é difícil para colorir. O uso de umectantes é uma boa escolha para ajudar a trazer umidade.

Já os cabelos finos possuem pequeno diâmetro transverso na fibra capilar, são facilmente atrativos para condicionadores mais leves e proteínas hidrolisadas para dar volume. O uso de óleos, manteigas podem pesar este tipo de cabelo.

Os crespos detestam a umidade por simplesmente deixarem “rebeldes”. Cortar o uso de umectantes é um ótima alternativa.

Cabelos muitos secos precisam de produtos mais suaves, como os surfactantes leves com menor capacidade de limpeza. Já os oleosos preferem produtos com surfactantes mais fortes ou 2 em 1 para equilibrar o sebo.

A queda de cabelo também é um fator a ser comentado, porém é um pouco abrangente, pode envolver inúmeras questões, como: fatores extrínsecos ou intrínsecos (cigarro, câncer, alopecia, hormonal…). Geralmente são tratados com medicamentos prescritos, porém podemos usar os benefícios de alguns ingredientes naturais para tratar, como: óleos essenciais e extratos que ajudam a estimular os folículos para o crescimento.

Já conhecia seu tipo de cabelo? Te ajudou? Comenta aqui!

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *