Como Criar suas Próprias Receitas DIY

A prática sempre leva à perfeição, com as receitas DIY não é diferente…

Na hora de criar suas próprias receitas, muitas vezes, acertamos ou erramos. De qualquer forma, as experiências sempre permanecem!

É justamente um pouco dessa experiência que vamos passar para você agora, espero que isso te ajude de alguma forma…


Como Iniciar as Receitas DIY

No geral, comece considerando o uso de uma balança digital de 2 casas decimais para ser um pouco mais precisa.

A partir disso você deve começar a escalar tudo na sua receita, isto inclui todos os ingredientes que for utilizar na receita.

Em receitas simples, como máscaras faciais que usamos apenas medidas de colheres de sopa e chá, são fáceis e práticas de usar essas medições. Porém em receitas de emulsão, shampoo, manteigas, etc a medição deve ser mais precisa ou pode dar tudo errado!

Então, considere os seguintes fatores:

  1. Coloque Tudo em Gramas: Se você tem receitas e elas estão anotadas em “colheres”, comece a pesar e converter cada colher, anote em gramas conforme mostra na balança. Isso também serve para os óleos essenciais.
  2. Transforme em Porcentagens: Anote todas as gramas de todos os ingredientes para obter o rendimento total da receita. Em seguida, divida o peso de cada ingrediente pelo rendimento total para obter a porcentagem de cada ingrediente. 
    Ex: Se uma receita produz 60g e contém 10g de manteiga de cacau, divida 10/60 = 0,1666 × 100 = 16,66%. Assim, a receita é 16,66% de manteiga de cacau.
  3. Faça Você: Você já sabe converter as receitas em gramas e porcentagens, agora pode criar o que quiser! Claro, conforme a sua balança deixar, e você também pode escalar a quantidade total que quiser…


Continuando a Saga de Criar as Receitas DIY

Agora que você já sabe o básico, é hora de seguir as próximas, não menos importantes, orientações!

  • Faça Anotações: Sempre anote o que estiver testando, isto inclui erros e acertos. Caso precise acrescentar mais de tal ingrediente na receita, anote a quantidade a ser acrescentada e se isso deixou a receita melhor.
  • Cuidado no Medir: Cada ingrediente que for medido na sua balança, sempre coloque aos poucos e devagar, isto inclui óleos essenciais.
  • Faça Testes: Comece com pequenos lotes, caso seja a sua primeira receita. Isso ajuda a evitar desperdícios e erros grandes, anote as proporções em suas receitas e como essas proporções afetam o produto final. Não sei se você já reparou, mas em minhas receitas aqui do blog sempre faço 100g pois é mais fácil para você converter em %, se for usar 5g de óleo é 5% de óleo…
  • Leia os Ingredientes: Veja os benefícios, qualidade e para o que servem. É mais líquido ou sólido? Qual o ponto de fusão? Qual a textura e função? Dessa forma é mais fácil de trabalhar, eu fiz um desafio de estudo de ingredientes neste vídeo AQUI, caso queira participar é só clicar.
  • Taxas de Uso: Conheça as taxas de uso dos ingredientes, isso você deve ver com o fornecedor na compra, são uma boa orientação para você não exagerar na dose e causar irritação.
  • Finalidade de Cada Ingrediente: Cada ingrediente possui características e finalidades diferentes, às vezes mais que uma característica. Por exemplo, a manteiga de cacau ajuda a espessar e também acrescenta um cheiro característico, assim como outros ingredientes, como óleos vegetais, cada um tem um cheiro e propriedades diferentes, velocidade de absorção etc.
  • Fique Atenta(o) ao pH: Confira o pH de cada ingrediente usado na sua receita, se for preciso, diminua ou aumente. Dê uma olhada neste post AQUI.
  • Tenha Paciência: O ideal é você ver como essa fórmula se comporta durante um determinado período de tempo. Espere essa receita resfriar para sentir se é boa ou ruim, observe qualquer mudança na fórmula para saber se você precisa mudar alguma coisa depois.


Conclusão

Se você quer começar a criar uma receita olhando em uma embalagem de produtos de mercado, vá em frente! Só tome cuidado e atenção na ordem dos ingrediente e nos ingredientes.

Eles são sempre listados em ordem decrescente, ou seja, do maior para o menor.

Se você conseguir combinar ingredientes semelhantes com os do produto, você pode ter um bom resultado! Só tome cuidado para não incluir alguns ingredientes desagradáveis, que podem ser tóxicos, nessa formulação.

Também é interessante estudar os ingredientes e propriedades para que você tenha um resultado feliz.

Você quer que a receita tenha uma rápida absorção? Use óleos mais leves. Quer um ingrediente bom para o cabelo? Óleos de argan e coco podem resolver!

Se quiser você pode adicionar sempre algo a mais nas receitas, mas é difícil de removê-lo. Se não tiver certeza se precisa de 7g de manteiga de cacau ou 14g, comece com 7g.

Gostou das dicas? Vai colocar em prática? Comenta aqui pra gente!

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *