Como Usar Solubilizantes Naturais

Geralmente são muito confundidos com os emulsificantes, pois possuem a mesma finalidade. Ambos ajudam a misturar o óleo com a água.

Os solubilizantes são mais solúveis em água que os emulsionantes de óleo em água (O/A). Também são conhecidos como surfactantes com um HLB de 13 e 18.

A maior diferença entre os emulsionantes e solubilizantes é que os solubilizantes possuem o tamanho de partícula menor, isso faz com que o produto final seja transparente ou translúcido.

Com os emulsificantes o tamanho de partícula é maior e deixa o produto com a coloração mais leitosa/branca.


Como Usar os Solubilizantes

Um dos solubilizantes mais conhecidos é o polissorbato 20, possui uma boa eficácia e preço acessível. Porém, por ser derivado do polietileno glicol, não é autorizado em certificadoras orgânicas, mas na cosmética natural, nós da Alquimia Oriental utilizamos ele sim! Leia AQUI o porque!

Os solubilizantes em gerais são fáceis de se trabalhar. Apenas comece misturando todos os ingredientes solúveis em água em um becker separado.

Após, separe a quantidade que for usar de solubilizante em outro becker com a quantidade que for usar de óleo essencial.

Caso você use um conservante que seja solúvel em óleo nessa fórmula, este é o momento de misturar junto nesta mesma etapa (óleo essencial + solubilizante + conservante).

Quando ambas as fases (água e fase solubilizante) ficarem homogêneas, adicione lentamente a fase solubilizante à fase aquosa e misture até ficar homogêneo.

Depois ajuste o pH e está pronto o seu produto!

A proporção de óleo essencial e de solubilizante vai depender de cada óleo essencial, geralmente começa de 1:1 e varia entre 1:4 – 1:8. Ou seja, uma parte de óleo essencial com 4 a 8 partes de solubilizante.

Dependendo de qual óleo essencial você escolha, precisa de mais tempo para a sua fórmula ficar completamente transparente!

No geral, se espera em torno de 24h após a preparação da mistura para verificar a transparência nessa fórmula. Caso não fique transparente você pode aumentar a dosagem de solubilizante na fórmula.

Qual Embalagem é Melhor na Cosmética Natural?

TUTORIAL: Sabonete Líquido para as Mãos

5 Diferenças Entre Produtos Capilares e para a Pele


Exemplo de Solubilização

Para a criação de uma formulação aquosa envolve uma dispersão de uma goma, umectante, etc na água ou em um hidrossol. Além de óleos de fragrâncias/óleos essenciais ou quaisquer outros aditivos solúveis em óleo que não diluem no meio aquoso…

No exemplo abaixo você consegue identificar melhor como formular usando o solubilizante em uma receita de Névoa, neste caso usamos o polissorbato 20 mesmo:

Até 100% Água/Hidrolato

4,5% Pantenol

3% Extrato (glicerinado) Hamamelis

3,5% Extrato (glicerinado) Calêndula

2% Lactato de sódio

0,5% Polissorbato 20

0,5% Óleo Essencial de Lavanda

Conservante (conforme o necessário)

Ajustador de pH (ácido lático ou bicarbonato de sódio)

Sobre os polissorbatos, segundo a Revisão de Segurança CIR: “Os polissorbatos são uma série de ésteres de sorbitano polioxietilenados que diferem em relação ao número de subunidades de oxietileno polimerizadas e ao número e tipo de grupos de ácidos graxos presentes. O Painel de Especialistas do CIR revisou dados mostrando que os polissorbatos não eram mutagênicos ou carcinogênicos completos. Os dados disponíveis indicaram que esses ingredientes foram utilizados em inúmeras preparações sem relatos clínicos de efeitos adversos significativos.”

Fonte: https://www.cosmeticsinfo.org/ingredient/polysorbate-20


Conclusão

Existem muitos solubilizantes que podemos usar nas formulações. Se você deseja utilizar um que seja aceito pelas certificadoras orgânicas, pode utilizar o Coco Glucoside, PlantaSol CCG ou Symbio®Solv são ótimas opções também!

E você, já tentou solubilizar alguma receita? Comenta aqui!

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *