O Protetor Solar Caseiro não é Eficaz?

Existem muitas dúvidas e informações na internet a respeito do uso de protetor solar caseiro/DIY.

O protetor solar tem por função absorver ou refletir os raios solares UV, protegendo a nossa pele contra a radiação prejudicial.

Contudo, esses protetores contém alguns ingredientes que a maioria dos naturebas não gostam/aprovam e que podem ser prejudiciais pra nós e para o meio ambiente.

Dois desses ingredientes principais são palmitato de retinol e a oxibenzona, da qual existem alguns estudos que mostram que a oxibenzona não apresenta ruptura endócrina significativa durante 40 anos em humanos.

E em alguns protetores, ainda no Brasil, podemos encontrar o 4-metilbenzilideno cânfora (4-mbc).

Esse ingrediente foi banido nos EUA e Europa, porém no Brasil ainda é permitido. Ele causa estrogenicidade, é lipogênico, aumenta a gordura e bloqueia a tireóide.

Mas há muitas dúvidas ainda em relação ao uso desses ingredientes tóxicos para o nosso organismo e poluição do meio ambiente.

Então, na dúvida, dê preferência à marcas de protetores solares sem esses ingredientes que citamos acima.



Muitas pessoas fazem a sua própria receita de bloqueador solar
em casa e dizem realmente funcionar (uso esse termo de “bloqueador” para diferenciar o “protetor solar” convencional de um “protetor” caseiro).

E não há nada de errado em tentar achar uma alternativa para o uso de um bloqueador feito por você que seja natural.

A olho nu, o seu bloqueador caseiro pode realmente proteger contra os raios UVB (são os raios que causam queimaduras).

Porém, para que um protetor solar seja realmente eficaz ele deve proteger também contra os raios UVA, mas isso você só saberá através de vários testes caros e extensos desta sua formulação.

Existem 3 raios que chegam na terra:

  • Raio Ultravioleta A – 95% que chega na pele é o raio UVA, responsável por causar os maiores danos na pele, inclusive manchas e envelhecimento precoce.
  • Raio Ultravioleta B – 5% que chega na pele é o raio UVB, que é responsável por produzir a vitamina D, hormônio esteroidal que o corpo fabrica.
  • Raio Ultravioleta C – Fica preso na camada de ozônio.

É bem complexo o processo de uma formulação confiável até para quem entende do assunto.

Em uma formulação de protetor solar encontramos ingredientes orgânicos e inorgânicos.

Os orgânicos são responsáveis por absorver os raios e deixar a formulação estabilizada, geralmente causam algum tipo de alergia na pele.

Esse é um dos motivos pela preferência nos bloqueadores naturais.

Já os inorgânicos, tem por função refletir/bloquear os raios, são eles que encontramos em um protetor solar caseiro: o óxido de zinco e dióxido de titânio.

protetor solar caseiro


Protetor Solar Caseiro

De qualquer forma, para conseguir uma formulação de protetor solar caseiro eficaz, deve-se atentar a alguns detalhes como:

  • Tempo no Sol: O FPS é responsável por indicar o tempo de segurança que protege em exposição ao sol. Em uma formulação caseira é difícil identificar o tempo, pois a sua pele pode ficar vermelha 24h depois da exposição ao sol.
  • Uniformidade: O óxido de zinco e dióxido de titânio são ingredientes que formam gruminhos com muita facilidade nas receitas. A olho nu não podemos enxergar, porém os gruminhos estarão lá e isso interfere na estabilidade e qualidade de uma formulação eficaz.
  • Testes: O protetor solar deve ser uniforme quando aplicado na pele e para garantir isso é necessário testes de avaliação do FPS, UVA e UVB.

Mesmo elaborado com o melhor equipamento e intensão, os ingredientes inorgânicos podem deixar a formulação instável e quando casados com os outros ingredientes podem influenciar no FPS.

O FPS (Fator de Proteção Solar) é só para UVB, o UVA é conhecido como PPD (Persistent Pigment Darkening).

Então o ideal é que você vá para a praia primeiro e fique de 15 a 30 minutos sem protetor para pegar o sol e depois passe o protetor com UVA e UVB, ou seja, o ideal é usar um protetor solar que tenha o Tinosorb, esse ingrediente tem a proteção de largo espectro. (FPS e PPD).

O Tinosorb (INCI Name: Methylene Bis-Benzotriazolyl Tetramethylbutyl-phenol / Bis-Ethylhexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine) é um ingrediente orgânico que fornece proteção UVA e UVB fotoestável, ou seja, ele atua tanto como um filtro físico (UVB) quanto UVA.

Podemos encontrar o Tinosorb M (solúvel em água) e S (solúvel em óleo), ambos NÃO são prejudiciais, não apresentam potencial androgênico, estrogênico, antiandrogênico e antiestrogênico.

A maioria dos protetores que existem no Brasil não contém o PPD (sem proteção UVA), se verificar as embalagens eles nem citam o “PPD” pois, caso citem, tem que comprovar a eficácia contra o UVA.

O PPD deve ser pelo menos 1/3 do FPS. Por exemplo, um FPS de 30 deve haver um PPD de no mínimo 10.

Sabemos que a vitamina D é um componente importante para nosso corpo e, a relação dela com o sol, é praticamente inevitável.

Então, para começo de conversa, a vitamina D não é uma vitamina. Ela é um hormônio secosteroide.

Vitamina é aquilo que nosso corpo NÃO produz, a vitamina D3 nosso corpo produz.

A gente tem o 7-dehidrocolesterol na pele, o sol bate e no sol vem o raio chamado ultravioleta B que tem de 320-360 nanômetros.

Ele transforma o 7-dehidrocolesterol em Colecalciferol (vit D3), ele vai para o fígado e se transforma em Calcidiol (25 hidroxi D), depois ele vai para os rins que tem uma enzima que transforma esse 25 hidroxi D em Calcitriol que é o hormônio ativado que atua em milhares de mecanismos no corpo.

Em 1903, um médico Dinamarquês Niels Ryberg Finsen, ganhou o nobel em medicina por provar que o sol curava muitas doenças, como: sífilis, psoríase, tuberculose, eles iam e tratavam no solário.

Depois de um tempo vieram estudos para mostrar que o sol podia causar eritema ou câncer de pele, porém isso é um mito.

Se você parar para pensar, quanto mais sol você pega (de pouco em pouco todos os dias) mais protegida a sua pele fica com relação ao sol.

Antigamente seus avós ficavam horas no sol e nem se preocupavam ele, assim como os pescadores.

Sem contar que, se você olhar os maiores índices de câncer de pele nos países, você vai verificar que os que mais tem são nos países mais longe da linha do equador, ou seja, com menor incidência de sol.

Então, quem tem a pele muito clara e resolve passar o dia na praia, primeiro você deve ficar uns minutos sem protetor e depois aplicá-lo para passar o resto do dia.

E quando voltar da praia o ideal é não tomar banho com sabonete nas próxima 2-3 horas, pois a vitamina D3 é lipossolúvel e demora esse tempo para ser absorvida, se usar o sabonete vai retirar a vitamina D do corpo.

O horário e a cor de pele influenciam na absorção de vitamina D, o melhor horário é meio dia 15 minutos (sem protetor solar). Se você tem a pele negra, provavelmente deverá ficar mais tempo.

Caso você tome banho de sol dentro de um local com vidro fechado, também não está ajudando na absorção de vitamina D, pois ficará no vidro, você apenas está absorvendo raios UVA.

Então, infelizmente aqui no Brasil, você provavelmente não está protegendo a sua pele contra os raios UVA, somente UVB.

Sem contar que se você for procurar por protetor solar com UVA no mercado são mais caros, nem todas as pessoas tem condições de comprar.

Caso você compre, deixaremos um exemplo de filtro solar com PPD na imagem a seguir para você saber como reconhecer o UVA.


Conclusão

Existem muitos artigos que falam a respeito de proteção solar, inclusive com ingredientes naturais.

Não temos dúvidas de que os ingredientes naturais ajudam em uma boa proteção, porém devem ser passados por testes para aprovação de uma boa eficácia.

Quando se fala em uma proteção eficaz, existem estudos que mostram que os raios UVA são cancerígenos (quando muito tempo em exposição sem proteção, se tiver a pele mais clara e não pegue sol regularmente) e causam melanoma, além de ajudar também com o envelhecimento precoce da pele.

Em nossa visão, a causa do melanoma está relacionada ao que comemos. Uma má alimentação que acaba gerando toxinas são depositadas em nossa pele, com a exposição ao sol viram os melanomas, mas isso é assunto para outro post!

E caso você tenha melasmas, consulte seu endocrinologista para verificar isso melhor, pode estar relacionado a fatores hormonais.

Pessoalmente falando, não seremos hipócritas de dizer que não usamos o nosso bloqueador solar caseiro, gostamos de usar no rosto durante o inverno ou em casos em que esquecemos de levar o protetor solar para a praia.

A famosa pasta d’água também ajuda nessas situações da ausência de um protetor solar eficaz.

O óleo de coco também é muito usado por naturebas como opção mais natural, porém não existe estudos que comprovam sua eficácia.

Mas, se você aplicar ele na pele e ficar uma hora no sol, pelo menos para nós resolve.

Contudo, enfatizamos que é necessário sim o uso de um protetor solar eficaz (com UVA adequado), principalmente no verão se ficar horas no sol, assim conseguimos garantir a segurança da nossa saúde e pele.

Gostou deste artigo? Comenta aqui embaixo o que acha a respeito do uso seguro do protetor solar!

Referências

 - International Agency for Research on Cancer: IARC Monographs on the Evaluation of Carcinogenic Risks to Humans: Solar and Ultraviolet Radiation, vol. 55. Lyon, France: International Agency for Research on Cancer; 1992.
- Weinstock MA: Epidemiology of ultraviolet radiation. In Cutaneous Oncology: Pathophysiology, Diagnosis, Management. Edited by Miller SJ, Maloney ME. Malden, MA: Blackwell Science; 1998:121–128.
- Sunscreen Fonte: Current opinion in oncology [1040-8746] Weinstock, A yr:2000 vol:12 iss:2 pg:159 -162
- Dangerous: Sunscreen Use and Duration of Sun Exposure: a Double-Blind, Randomized Trial Autier, Philippe ; Dor, Jean – Franois ; Ngrier, Sylvie ; Linard, Danile ; Panizzon, Renato ; Lejeune, Ferdy J ; Guggisberg, David ; Eggermont, Alexander M. M Journal of the National Cancer Institute, 1999, Vol.91(15).
- Adverse Effects of Titanium Dioxide Nanoparticles on Human Dermal Fibroblasts and How to Protect Cells - Zhi Pan, Wilson Lee, Lenny Slutsky, Richard A. F. Clark, Nadine Pernodet, and Miriam H. Rafailovich 
- Effects of Calendula Essential Oil-Based Cream on Biochemical Parameters of Skin of Albino Rats against Ultraviolet B Radiation - Arun K. MISHRA, Amrita MISHRA, Anurag VERMA, Pronobesh CHATTOPADHYAY 
- Cutaneous vitamin D synthesis versus skin cancer Development - Jörg Reichrath and Bernd Nürnberg 
- Sun protection in a pill: the photoprotective properties of Polypodium leucotomos extract - Nura El-Haj and Norman Goldstein 
- Biochemical Composition and Antioxidant Properties of Lavandula angustifolia Miller Essential Oil are Shielded by Propolis Against UV Radiations - Gismondi Angelo, Canuti Lorena, Grispo Marta and Canini Antonella 
- Chemopreventive effects of wild carrot oil against 7,12-dimethyl benz(a)anthracene-induced squamous cell carcinoma in mice - Rami Abu Zeinab, Mohamad Mroueh, Mona Diab-Assaf, Abdo Jurjus, Brigitte Wex, Amer Sakr and Costantine F. Daher 
- Chemopreventive Activity of Turmeric Essential Oil and Possible Mechanisms of Action - Vijayasteltar Belsamma Liju, Kottarapat Jeena, Ramadasan Kuttan 
- Concentrations of the Sunscreen Agent Benzophenone-3 in Residents of the United States: National Health and Nutrition Examination Survey 2003–2004Antonia M. Calafat, Lee-Yang Wong, Xiaoyun Ye, John A. Reidy, and Larry L. Needham 
- http://ec.europa.eu/growth/sectors/cosmetics/
- https://www.skincancer.org/skin-cancer-information/skin-cancer-facts
- https://www.skincancer.org/prevention/uva-and-uvb
- https://realizebeauty.wordpress.com/2014/01/21/when-making-sunscreens-particle-size-matters/
- https://realizebeauty.wordpress.com/2012/12/30/the-trouble-with-making-your-own-sunscreen/
- http://creationsnewsletter.com/issue3/3.aspx
- https://www.rigshospitalet.dk/english/departments/centre-for-cancer-and-organ-diseases/finsen-laboratory/Pages/default.aspx 
- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25728226 
- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14535895 

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *