Por Que Analisar o pH no Cosmético Natural?

Já vieram algumas pessoas me pedir se realmente havia necessidade de medir o pH ou qual seria o momento para medir (qual tipo de fórmula) etc…

Como você já deve saber, o pH tem uma faixa que varia de 0-14, sendo o 14 mais alcalino e o 0 mais ácido. Quando o valor de pH está acima de 7 significa que há uma menor concentração de íon hidrogênio nessa solução, e quando o pH está menor que 7 existe uma maior concentração de íon hidrogênio nessa solução.

Identificamos bem isso naquelas fitas medidoras de pH da qual mudam as cores conforme a alcalinidade ou acidez do produto/solução.

E logo em seguida vem também a seguinte questão: Mari, devo medir em todas as formulações que eu fizer? E a resposta é: não. Você deve medir as formulações das quais vão água. Formulações anidras não precisam!

Como Medir o pH?

Para as formulações em casa feita por você, conseguimos ver 2 tipos de pH para a medição:

  • Fitas: São como a da imagem acima, quando colocamos no produto para medir o pH elas mostram uma coloração para indicar em qual faixa de pH se mostra. Essa faixa de cores indicando o pH vem junto com as fitas e é facilmente manuseada por iniciantes na cosmética natural. Elas também já vem esterilizadas, não precisa calibrar, basta destacar uma fita e usar no produto para medir.
  • pHmetro: Essa é outra forma de medição que seria mais exata. Digamos que esse formato é muito válido para produtos capilares por serem mais específicos no pH, ao contrário da fita que mostra o pH redondo (5 por exemplo) com o pHmetro conseguimos ver a quebra de número (5,7). Ele vem com um eletrodo na ponta do qual é bem sensível e de tempo em tempo é preciso fazer calibragem para ter tudo certo na sua fórmula!

Ainda sobre o pHmetro se deve alguns cuidados a mais, como:

  1. Após a medição você deve lavar bem o eletrodo com água e colocar na solução de KCl 3M (para o eletrodo não ficar seco).
  2. Não é precisa ter 2 pHmetros para medir uma solução mais ácida e outra mais alcalina, porém é interessante dar um tempo de intervalo entre as duas medições para ter um tempo de resposta melhor.
  3. Deve-se lavar o eletrodo com jatos de água deionizada (geralmente com pisseta) após a utilização.
  4. O pHmetro quando desligado fica imerso em uma solução de KCL 3M, mas quando vamos utilizar devemos tirar essa solução e lavar bem o eletrodo com água destilada e enxugar com papel. Após esse processo pode ser feito a verificação do pH para ajustar conforme o “tampão de referência”, os famosos sachês com diferentes pH para ajustar.
  5. Se as medidas ficarem estranhas pode ter ocorrido algum dano com o eletrodo e você deve trocar.

Por Que Analisar o pH?

Nossa pele possui um pH de 4,5-6,5 e, muitas vezes, esse pH muda de um local para outro/de pessoa para pessoa. Então, quando aplicamos um tipo de produto em uma área específica da nossa pele ou cabelo esse pH deve ser compatível com essa mesma região, do contrário pode deixar a pele seca ou o cabelo com frizz.

Para as formulações cosméticas conforme você vai fazendo e criando as fórmulas, os ingredientes usados possuem certos tipos de pH, como é o caso dos conservantes. Você deve formular com o pH que está compatível com esse conservante, e como você sabe disso? Exatamente, medindo!

Outro fator importante do qual medimos o pH é que alguns estudos já mostraram que o pH mais ácido (por volta de 4,7) ajudam mais na proteção da pele, enquanto que os de pH 8-9 não favorecem tanto assim a proteção.

Já com relação aos cabelos podemos dizer que nosso couro cabeludo necessita de um pH por volta de 5, os condicionadores geralmente aplicamos por volta de 3,5-4 (que é o que a fibra necessita, mais ácido).

Para as crianças geralmente são usados o pH 7 para evitar a ardência do shampoo aos olhos, caso tenha esse contato. Vale lembrar que shampoos com pH acima de 7 podem deixar as cutículas abertas e os fios ficarão suscetíveis a agentes externos (umidade, frizz, chapinha etc).

Conclusão

Agora que você entendeu a importância do ajuste de pH nas suas fórmulas com água, você pode separar os ingredientes ácidos e os alcalinos para fazer a solução deles e conseguir fazer esse ajuste na fórmula.

Geralmente os ácidos usados são: ácido cítrico, lático, ascórbico, e os alcalinizantes: bicarbonato de sódio, hidróxido de sódio ou aminometil propanol.

Os ácidos você vai usar para reduzir o pH caso tenha dado um pH mais elevado e os alcalinos você utiliza para aumentar o pH caso tenha dado um pH muito ácido. Lembrando de sempre adicionar aos poucos e mexer bem na fórmula para deixar tudo homogêneo, após verifique o pH novamente para saber se atingiu o desejado.

E aí, já faz a medição de pH? Já teve alguma dificuldade? Comenta aqui!

Fontes:

- https://www.cosmeticsandtoiletries.com/research/chemistry/premium-formulating-at-ph-4-5-how-lower-ph-benefits-the-skin-and-formulations-213983581.html
- https://cosmeticaemfoco.com.br/
- http://www.prolab.com.br/blog/equipamentos-aplicacoes/phmetro-de-bancada-entenda-sua-funcao-e-como-usar-o-equipamento-corretamente/

Adicionar um comentário