Alérgenos e Hipoalergênicos na Visão da Cosmetologia Natural

Os alérgenos são substâncias de origem natural que podem causar uma hipersensibilidade no organismo de algumas pessoas.

Segundo alguns dermatologistas, o termo “hipoalergênico” possui pouco significado, mais pra frente explicamos o por que.

Porém, nos mercados, esses produtos cosméticos são mais valorizados para os consumidores.

Isso aconteceu muito nos anos 80, naquele tempo o uso de ingredientes naturais eram os causadores das alergias e, a partir disso, criavam-se cosméticos “hipoalergênicos” que diziam não causar reações.

Com o passar dos anos, voltou a ideia de que os cosméticos com ingredientes naturais são melhores, mais saudáveis e que causam menos reações, porém isso só funciona se você souber usar cada ingrediente e evitar a maioria dos alérgenos (que são encontrados nos ingredientes naturais) e, ainda assim, não evita 100% de reações alérgenas.

Segundo informações do FDA e UE (União Européia), eles não regulam as alegações de hipoalergênicos, o que deixa disponível qualquer empresa usar este termo em um produto conforme o significado que a própria empresa escolhe.

Já no Brasil, segundo a Anvisa “2.1 – Os produtos que se utilizarem desta menção em sua rotulagem deverão apresentar obrigatoriamente, por ocasião do pedido de registro na GGCOS/Anvisa, testes clínicos de sensibilização cutânea e fotoalergia, de acordo com metodologia reconhecida, que atestem a baixa incidência de reações adversas de sensibilização e fotoalergia.”


Alérgenos e Hipoalergênicos

A verdade por trás dos hipoalergênicos é que ninguém sabe seu significado de fato!

Isso inclui as empresas que vendem esses produtos, pois uma alergia pode ser desenvolvida por qualquer pessoa a qualquer momento com qualquer ingrediente, é muito vago.

Não existe uma razão para que tal componente cause uma alergia, mas simplesmente certas pessoas são mais propensas a isso.

Então, o que são os hipoalergênicos?

São produtos que possuem baixo potencial em causar alergias, ou seja, são produtos que não contém os principais componentes causadores de alergias e, geralmente, possuem uma menor quantidade de ingredientes no INCI.

O que se sabe é que grande parte dos alérgenos são derivados naturais, estando em cosméticos convencionais ou naturais.

E uma das maiores causas das alergias estão nos conservantes e fragrâncias, como já mencionamos em outro post.

Exemplos de conservantes alérgenos:

  • Metilparabeno, etilparabeno, propilparabeno e butilparabeno
  • Metilisotiazolinona
  • Metilcloroisotiazolinona
  • Benzoato de sódio
  • Ácido benzóico
  • Ácido dehidroacético
  • Sorbato de potássio
  • Ácido sórbico
  • Dehidroacetato de sódio
  • 2-Bromo-2-nitropropano-1,3-diol
  • 5-Bromo-5-nitro-1,3-dioxano
  • Quaternium-15
  • DMDM Hydantoin
  • Álcool benzílico
  • Fenoxietanol
  • Diazolidinil uréa
  • Butilcarbamato iodopropinil


Também é visto que alguns ácidos graxos afetam algumas pessoas e são encontrados na alimentação, o mais comum deles é o ácido esteárico, porém o mirístico, palmítico e oleico também podem causar reações.

Assim como também os corantes podem causar reações alérgicas, porém os que são usados nos cosméticos naturais são produzidos sinteticamente, idêntico ao natural, mas sem os metais pesados causadores de reações.

Alguns produtos podem possuir mais porcentagem de tal ingrediente alérgeno do que outro.

O que pode fazer você ter mais sensibilidade a um produto do que outro que contenha os mesmos ingredientes.

Conclusão

Por isso, como um formulador de cosmética natural, você deve sempre estar atento com o uso das porcentagens dos ingredientes naturais, equilíbrio é tudo!

Isso faz toda a diferença na elaboração e no uso final desse produto.

Muitas vezes as pessoas pensam que por ser natural podem acrescentar mais do ingrediente na formulação para que tenha mais “resultado”. Isso é realmente um tiro no pé!

Bom, o que você pode fazer para evitar esses alérgenos em seus produtos naturais, caso tenha alguma sensibilidade, é descartar o uso de proteínas.

Elas possuem muitos benefícios para pele e cabelos, são seguras e muito boas, porém quando usamos proteínas divididas em peptídeos menores são mais propensas a causar alguma reação (não é comum, acontece em pessoas azarentas hehe).

Outro fator que pode causar uma sensibilização é o uso de conservantes, existem alguns naturais no mercado, como o álcool benzílico, eles devem ser sempre usados em menor quantidade, verifique com o fornecedor a dosagem.

Os ingredientes sintéticos podem provocar reações alérgicas, porém com a evolução do nosso sistema imunológico para os ingredientes naturais que se assemelham ao nosso sistema, são os mais propensos a nos dar alergia.

E isso faz todo o sentido, partindo do princípio que viemos na natureza e nosso corpo já sabe selecionar o que é bom para nós e o que não é…

Esse foi um fator que fez com que a indústria desse preferência aos óleos minerais para nossa pele.

Mas hoje, sabemos que podemos optar por inúmeros óleos vegetais com muita propriedade e benefícios para pele, com exceção de alguns como o de nozes, que podem causar alergias.

As fragrâncias também já foram alvo de reações alérgicas, mas com o padrão e pesquisa do IFRA, essas questões já estão estabilizadas hoje em dia.

Contudo, em um produto que se diz “hipoalergênico” com certeza não se deve correr o risco de colocar alguma fragrância.

Fontes:

- http://portal.anvisa.gov.br/resultado-de-busca?p_p_id=101&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_101_struts_action=%2Fasset_publisher%2Fview_content&_101_assetEntryId=109136&_101_type=content&_101_groupId=106351&_101_urlTitle=publicacao-cosmeticos-parecer-tecnico-n-5-de-28-de-setembro-de-2001&inheritRedirect=true 
- http://colinsbeautypages.co.uk/
- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29989865 
- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29186266 
- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28002237 

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *