Tudo Sobre Conservantes nos Cosméticos Naturais

A pergunta mais comum que costumamos receber é: Quanto tempo vai durar esse cosmético e precisa usar conservante nessa receita?

Na cosmética, podemos ver 2 formas de vencimento nos produtos, como:

  • Microbiano: Envolve as bactérias, fungos e leveduras, isso acontece quando a água e o tempo estão em sintonia. Podemos ver isso nas formulações de névoas, emulsões, sprays ou receitas contaminadas com água, como shampoo sólido e esfoliantes.
    Outros ingredientes como hidrolatos, ervas, leite, suco de aloe, são ingredientes que também contém água e são mais difíceis de obter a conservação. Esse prazo de validade nos ingredientes com água varia muito e isto inclui o armazenamento, a preparação da formulação e limpeza do local, dito isso, nós não podemos afirmar e estipular um prazo de validade nas receitas. É preciso fazer testes microbiológicos para saber esses prazo, podemos sim dizer de modo geral que receitas com água sem conservantes nos cosméticos duram de 1 a 2 dias.
  • Rancificação: Acontece com o uso de óleos e você saberá através do cheiro, como o cheiro de um batom velho. Eles podem durar anos e, geralmente, os óleos saturados duram mais que os insaturados.
    Conseguimos evitar esse ranço incluindo algum antioxidante, como: vitamina E, extrato de semente de toranja ou óleo resina de alecrim. Incluímos esses óleos em diferentes receitas, como manteigas corporais, bálsamos, lip balm etc.


Em Qual Ocasião Devo Usar Conservantes nos Cosméticos?

Como falamos, os antioxidantes são usados nos óleos e NÃO são conservantes, ou seja, não possui ação nenhuma em aumentar a vida útil de produtos que contém água.

Sempre aconselhamos o uso de um conservante de amplo espectro para a receitas com água, porém eles também não possuem superpoderes para você adicionar qualquer coisa na receita e fazer durar anos e anos.

Principalmente em receitas com a adição de argilas, leite, mel ou melado.

Isso vale para os outros ingredientes já mencionados aqui também: infusões de ervas e frutas, suco de aloe vera, hidrolatos etc.

Independente da utilização de conservante usado, a validade tende a ser mais curta, ainda mais quando formulado em casa (em um ambiente onde não é estéril).

Faça um teste! Coloque um conservante nas receitas com extratos e nas que estão sem extratos ou ingredientes mencionados anteriormente, veja qual dura mais.

Verifique os sinais de deterioração (isso pode levar um certo tempo), veja se contém mudanças de cor, cheiro, separação, textura, quando houver é hora de jogar fora…

Então, na escolha de um conservante sempre veja se é compatível com seu produto na hora da compra, isto inclui:

  1. Compatibilidade: Existem alguns conservantes que não são compatíveis com PEGs e vitamina C.
  2. Temperatura: Geralmente os conservantes nos cosméticos são usados na fase de resfriamento, ou seja, abaixo de 40°C. Produtos como shampoo sólido devem ser usados conservantes mais resistentes ao calor.
  3. Faixa de pH: Muito conservantes possuem uma faixa de pH pequena, então, se você escolher esses, precisa testar e ajustar com precisão o pH de tudo na receita para garantir a eficácia desse conservante.
  4. Solubilidade: Sempre verifique a solubilidade desses conservantes nos cosméticos, se você usar um conservante solúvel em água em um produto 100% anidro (sem um emulsificante) pode dar bem errado!


Qual Conservante Escolher?

Vamos imaginar a seguinte analogia, você fez uma feijoada e deixou ali em cima da pia da cozinha, por quanto tempo essa feijoada precisaria ficar ali para que você não queira mais comer ou experimentar ela?

É o tipo de pensamento que devemos ter para imaginar a presença de bactérias nas formulações aquosas.

Já mencionamos neste outro post AQUI, alguns exemplos de conservantes para se usar nas formulações, hoje iremos mencionar mais outros exemplos, como:

  • Phenonip®
  • Optiphen ™
  • Optiphen ™ Plus
  • NeoDefend ™
  • NataPres ™
  • Leucidal® Liquid (não possui amplo espectro verdadeiro, mas também não é um antioxidante)
  • Germall® Plus (pó ou líquido)
  • Gluconolactona e benzoato de sódio

Já os antioxidantes, podemos considerar:

  • Vitamina E
  • Extrato de Semente de Toranja
  • Lactato de Sódio
  • Óleo Resina de Alecrim

Você pode pesquisar com vários fornecedores e ver qual é melhor para você, sempre verifique a solubilidade e faixa de pH.

Cada um possui uma recomendação de uso e taxa, sempre veja com o fornecedor.

Caso você queira pesquisar sobre os conservantes, você pode procurar aqui no nosso site:

Com relação a porcentagem de uso dos conservantes nos cosméticos sempre considere:

  • A taxa de uso recomendado do conservante através do seu fornecedor. Procure usar a porcentagem mais alta na formulação, pois fabricamos em casa, então nosso ambiente não é estéril.
  • Se você está formulando uma receita de 200g onde o uso do conservante é de 1%, isso equivaleria a 2g na receita total, neste caso faríamos uma receita de 202g. Esse resultado alternaria um pouco no valor de 100% da receita, porém como fazemos em pequenas quantidades e com calculadores não profissionais, esse valor não vai interferir em nada. Mas devemos alertar, para quantidade de grande lote e receitas com calculadoras profissionais o cálculo deve fechar 100%.
  • Sempre pese todos os ingredientes e o produto final para saber o peso dessa receita.
  • Para fazer o cálculo da porcentagem de uso em gramas é muito simples e você pode aplicar o seguinte cálculo: para um produto final com 200g e taxa de uso de 0,5%, você faz 200×0,5 = 100. Agora utilize este valor de 100 e divida sempre por 100 (100/100=1), isso significa que você deverá usar 1g de conservante nesse cosmético.


Conclusão

Em suma, quando uma receita contém água e você pretende manter ela por mais de 2 dias, então você precisará usar um conservante.

Se essa receita não contém água, não vai entrar em contato com água ou você vai usar na hora, você não precisa de um conservante.

Esperamos que com essas dicas você consiga progredir em cada receita que fizer e, caso queira facilitar o cálculo dos conservantes em gramas, você pode baixar a nossa calculadora simples que fizemos especialmente para esse momento:

Gostou deste post? Te ajudou? Comenta aqui pra gente saber!

E-book GRÁTIS: Guia da Alquimia na Cosmetologia Natural

6 Comentários

  1. beatriz

    que bacana essas dicas, vão ser úteis na produção do meu primeiro shampoo sólido! :))) obrigada

  2. Natália Miranda

    O uso de conservante numa formulação com cerca de 80% de água, faz a validade aumentar em quanto aproximadamente?

  3. Fátima

    Estou muito feliz por ter encontrado seu site e receber tantas informações importantes e necessárias. Você também tem curso de saboaria natural?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *